Quinta-feira, 13 de Maio de 2010

Eu

 

 

Gosto...

 

Gosto de dias de sol, seja de verão ou de inverno. Gosto de dias frios, daqueles que nos deixam o nariz vermelho.

Gosto de comer, dormir, e de sonhar acordada.

 

Gosto de cacau quente, chá de alecrim, água das pedras, e sangria de champanhe. Gosto da praia ao final da tarde, quando o sol pousa suavemente sobre o mar.

 

Gosto de silêncio. Gosto de ouvir as minhas musicas preferidas alto e bom som. Gosto de fado, baladas, e rock'n roll. Gosto de canções como "The power of love", " Unchained melody", "One", "Unintended", e de poder ouvi-las com alguém especial.

 

Gosto de ouvir o som de um riacho a correr. Gosto de sentir a brisa morna pla manhã, em dias de verão. Gosto que me acaricie o rosto em fins de tarde.

 

Gosto de fondue, e de bifes cheios de molho, mal passados, com muitas batatas fritas. Gosto de ovos estrelados. Gosto de peixe grelhado. Gosto de feijoada, e de cozido à portuguesa. Gosto de queijo. Gosto de cozinhar.

 

Gosto dos meus gatos. Gosto de cães. Gosto de automóveis, e de conduzir sem destino. Gosto de ouvir musica no carro. Gosto de me "encontrar", sozinha, no meu carro,  frente ao mar.

 

Gosto de imaginar que um dia vou encontrar um príncipe encantado...que me leve no seu cavalo branco, para bem longe daqui. Gosto de chorar sem que ninguém me veja. Gosto de me ver ao espelho. Gosto de me vestir bem, e de bons perfumes. Gosto de botas, casacos de cabedal e calças de ganga.

 

Gosto de flores amarelas. Gosto do cheiro da terra molhada. Gosto do cheiro de roupa lavada, e de uma cama acabada de fazer. Gosto de me deitar tarde, e acordar ainda mais tarde. Gosto de ler. Gosto de escrever. Gosto de tocar viola, e orgão. Gosto de desenhar e pintar. Gosto de tirar fotografias, a pessoas e locais. Gosto de peças antigas, e de as restaurar.

 

Gosto do Benfica. Gosto do Alentejo, do seu cheiro, das suas gentes, e da sua gastronomia. Gosto de fazer caminhadas. Gosto dos dias em que não me apetece fazer nada...e não faço! Gosto de apanhar flores campestres. Gosto de tomar banho em águas pouco frias. Gosto de cantar na banheira...e fora dela.

 

Gosto de ser criança de vez em quando. Gosto de beijos, e abraços apertados. Gosto de colo. Gosto de fazer amor. Gosto de filmes românticos, e de chorar com os finais felizes. Gosto de ver televisão acompanhada, e ter um ombro, ou um colo, onde deitar a cabeça. Gosto de ver o mar. Gosto de gritar no alto de uma montanha e ouvir o meu eco.

 

Gosto da minha família. Gosto dos meus amigos. Gosto de saber que tenho muitas pessoas que gostam de mim. Gosto de rir e de fazer rir. Gosto do toque do algodão, do cetim, e da pele de quem amo. Gosto de sorrisos ternos, e olhares directos. Gosto que me cocem as costas...e a cabeça.

 

Gosto de chocolate preto, e de bombons de ginja. Gosto de água, e leite simples. Gosto de café. Gosto de mousse de chocolate, mousse de manga, e de cheese cake. Gosto do Outono, e de castanhas assadas.

 

Gosto de sair à noite, e ver as luzes da cidade desfilarem para mim. Gosto da lua, e de olhar o céu estrelado. Gosto de uma lareira acesa nas frias noites de inverno. Gosto de saltar em poças de água. Gosto do Natal. Gosto de pessoas simples, e de sorriso franco. Gosto de olhos brilhantes. Gosto de azul, branco, e vermelho. Gosto do hino nacional, arrepio-me, e fico de lágrima no olho, sempre que o oiço.

 

Gosto de imaginar que o holocausto não existiu...

 

Gosto de viajar. Gosto de  falar, e de ouvir. Gosto de viver.

 

Gosto de mim.

 

 


publicado por tia rute às 20:14
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 4 de Julho de 2008

Desejo...

(foto de Ana Meireles "in" Olhares.pt)

 

 

__________________________________________________

 

 

Tu...

 

és um veneno tão doce, uma disfunção tal...

que mesmo sendo assim, surreal...

só desejo que não passe...

continue assim...disfuncional!

 

Se um beijo me acordasse, que fosse teu...matinal..

e que esse recomeço fosse tudo...

menos banal!

 

(By CO2)

 


publicado por tia rute às 23:09
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Sexta-feira, 2 de Maio de 2008

Nas asas do vento

(Foto de R.B .)

________________________________________________________

As imagens teimam em ficar-me retidas na memória. Como poderia esquecê-las?

Dizem que os olhos vêem aquilo que o coração sente...é possível.

Sinto-me embriagada, estarrecida, comovida, pequenina, perante a imensidão, imponência, força e beleza da natureza...e não creio que estes sentimentos que me toldam os sentidos, sejam apenas obra de um coração.

São sim, a simbiose perfeita entre mim, e o universo que respeito, amo, e do qual faço parte.

________________________________________________________

Os nossos pés afundavam-se na neve. Riamos! Tentámos caminhar pelas pedras, ou pela vegetação seca. "Anda! Vamos patinar na lagoa gelada?"

Não fui sabes porquê? Sentia-me nas asas do vento, e não quis descer...

sinto-me:
música: Memories

publicado por tia rute às 04:37
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 30 de Abril de 2008

A moment like this

 

(fotos de R.B .)

 

_____________________________________________________________

 

 

 

Há dias, em que resolvo pensar na minha vida. No que foi, no que está a ser, e como gostaria que fosse daqui a uns anos...

 

Dei comigo, um destes dias no carro, e pensar mais uma vez na minha vida.

A chuva caía lá fora, a fila de trânsito não terminava, e isso deu-me tempo para fazer uma avaliação. Um balanço.

 

Um CD tocava as musicas que gravei e que gosto que me façam companhia ao longo do dia. Uma delas, "A moment like this ", diz-me muito.

 

Senti-me feliz nesse dia, ao ouvi-la. Sinto-me uma pessoa privilegiada sempre que a oiço...

 

Há pessoas que vivem uma vida inteira esperando um "momento como este", um "momento assim", que nunca vem. Que nunca irão ter.

 

Eu já tive alguns. Talvez muitos. Momentos que não esquecerei nunca, momentos de felicidade extrema, que me mostraram como é bom viver, como é bom sofrer perdas, danos, desgostos, deixar de ver o sol sorrir, para depois voltar a vê-lo em todo o seu esplendor!

 

Não vou falar de lugares comuns, como o dia do casamento, ou o dia em que nasce um filho. Esses dias, são os supostamente felizes. Aqueles de que toda a gente fala. Até porque, no meu caso, nem foram dias particularmente radiantes. Estava feliz sim, mas correndo o risco de parecer fria, tive dias bem mais felizes depois disso. Ou momentos bem mais felizes...

 

O momento em que os meus filhos me sorriram pela primeira vez em consciência. O momento em que deram o seu primeiro passo. O momento em que pronunciaram pela primeira vez a palavra mágica: mãe. Isso sim! Foram momentos verdadeiramente felizes e especiais.

 

Moments like this !!

 

Mais recentemente, tive a certeza de que iria passar por mais alguns momentos desses. E passei...

 

Por vezes eles acontecem, vindos de onde menos se espera...e  tal como diz a intérprete dessa canção que adoro...."i can't believe, it´s happening to me"...também eu não estou a acreditar, mas está a acontecer comigo, um momento assim, muito especial...

 

Conheci locais maravilhosos, verdadeiramente especiais, que alguém quis partilhar comigo. Vivi momentos tão intensos, e tão simples ao mesmo tempo, que só por isso, se tornaram verdadeiramente especiais para mim.

 

Uma pizza comida num local inesperado. Um bom vinho. Uma lareira acesa. A minha musica preferida. Uma conversa que se prolonga pela noite dentro. Um jantar surpresa, com o qual não se conta. Um passeio maravilhoso, à descoberta de recantos na natureza. Um lanche que se divide entre o pão e o queijo cortado à mão, debaixo de árvores frondosas, uma gargalhada, e uma conversa mais séria...

 

Fui invadida de repente por algo tão forte e maravilhoso, que não vou sequer quantificar em termos de tempo. Dure o que durar, não importa. O que importa, é que aconteceu. O que importa é que o vivi, e isso, ninguém me tira!

 

Sei que um dia, irei ler, e adoptar uma vez mais, a célebre frase de Gabriel Garcia Marquez: "não chores porque acabou, sorri porque aconteceu", e vou sorrir...nada é eterno, não é mesmo?

 

Obrigada, por me teres feito sentir especial...e me teres dado "a moment like this "!

 

sinto-me:
música: A moment like this

publicado por tia rute às 03:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 8 de Março de 2008

Eva

Todos sofremos perdas ao longo da vida. Umas mais importantes que outras...esta foi muito importante, eu sei...

 

__________________________________________________________

 

 

Eva, foste embora, e deixaste saudades...eras uma "menina" linda, meiga, e muito, muito querida!

Sabes...sei que lá onde estás, estás bem,  feliz, e a velar pela tua dona que tanto te amava. Mas não me conformo com o facto de não ter conseguido evitar que te fosses embora.

 

Sei que podia ter feito mais,muito mais... mas não imaginei que não soubessem tratar de ti...não podia supor que apenas pensassem em dinheiro, sem se importarem contigo, com o teu bem estar, com a tua vida!

 

Foste embora, e a vida de quem contigo conviveu, ficou mais pobre. E eu, impotente, só lamento. E como lamento, Eva!!

 

E para que fiques pra sempre nos nossos corações e possamos matar saudades, aqui te deixo, linda, como sempre foste!

 

Foi injusto...muito injusto...

 

Festinhas pra ti, que vão directas aí para a ponte do arco-íris, onde eu sei que estás abanando a cauda, esperando alegremente pela tua dona.

 

Até sempre cadelinha linda...

sinto-me:
música: Seasons in the sun

publicado por tia rute às 02:56
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 8 de Novembro de 2007

Como num filme...

  (foto de Bubbles "in" Olhares.pt)

 

Vieste!

 

As minhas mãos deixaram de estar vazias de ti. Ainda sinto o teu calor, o toque da tua pele, o cheiro do teu perfume, em mim.

 

As imagens passam-me na mente, como se de um filme se tratasse. Revejo mentalmente todas as cenas, e sorrio. Deixaste-me em estado de graça.

 

Uma rosa começou a secar. Fiz de propósito, quero guardá-la para sempre. Quero olhar para ela daqui a uns anos, e continuar a sorrir. Representa um dos dias mais felizes da minha vida.

 

Vieste!!

 

Trouxeste contigo um amor que eu julgava não merecer. Brindaste-me com uma ternura que eu julgava não existir. Surpreendeste-me, mais uma vez, como jamais alguém conseguiu surpreender-me. Trouxeste um brilho novo ao meu olhar. Fizeste-me sorrir, como há muito não sorria. Fizeste-me feliz.

 

Vieste!!

E agora o que faço? Não quero ver-te partir...

 

sinto-me: Nas nuvens!
música: Unbreakable

publicado por tia rute às 17:11
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Sábado, 3 de Novembro de 2007

Contagem Crescente II

 

 

 

Hoje, as rosas amarelas passaram a ter um significado diferente...

 

A distância também...

 

60 dias.

 

1.440 horas.

 

2.880 sorrisos.

 

Impossível contar as palavras trocadas com tanto carinho...

 

Impossível avaliar a tua capacidade em me surpreender...

 

Impossível esquecer-me de ti...

 

Obrigada!

 

 

 

sinto-me: Feliz
música: "A thousand kisses deep"

publicado por tia rute às 05:05
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 2 de Novembro de 2007

Ausência

 

 

 

Há dias em que me sinto assim.

Hoje é um desses dias.

 

Sinto-o desde que acordei.

 

O peso da distância está cada vez mais difícil de suportar.

A cada dia que passa, o vazio da ausência torna-se ainda mais vazio.

A saudade do que ainda não vivi, cresce em cada minuto.

Como é possível ter saudade de um desejo? De um sonho?

 

Há dias assim.

 

Embora eu sinta o coração cheio, feliz, a transbordar, não consigo evitar que as minhas mãos pendam ao longo do corpo, vazias.

 

Vazias de ti.

sinto-me: com saudades
música: Whish you were here

publicado por tia rute às 03:53
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 28 de Outubro de 2007

Em silêncio

eu .18.08.2007.3.jpg


"O silêncio de um olhar, é a mais bela forma de amar..."

Por favor...não digas nada...deixa-me olhar para ti, simplesmente.

publicado por tia rute às 05:28
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 12 de Outubro de 2007

Um novo ciclo

outono.jpg


Gosto do Outono porque sim.

Gosto dos dias menos quentes, das tardes amenas, do cheiro da terra molhada pelas primeiras chuvas, e sobretudo, gosto das cambiantes de cor...os laranjas, dourados, verde seco, castanhos. Aquecem-me a alma.

O Outono tem para mim uma simbologia especial, o começar de um novo ciclo. É o início de uma nova etapa de vida.

Todos os anos por esta altura, faço imensos planos, estabeleço metas, e imagino-me a concretizar alguns desejos, alguns sonhos.

Já concretizei alguns, outros não. No ano seguinte, volto a desejar, e a sonhar com as mesmas coisas, aquelas que não concretizei.

Este ano, o Outono está atípico. Mais quente do que seria suposto, ainda não cheira a terra molhada, não há dourados, laranjas, nem tardes amenas.

Mas talvez por ser um Outono fora do comum, sinto que algo de especial, me aconteceu.

Sei que um novo ciclo muito importante na minha vida, está a começar. Talvez algo com que tenho sonhado muito, esteja finalmente a concretizar-se.

Sei que vai ser o Outono da minha vida.

publicado por tia rute às 04:07
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Eu

. Desejo...

. Nas asas do vento

. A moment like this

. Eva

. Como num filme...

. Contagem Crescente II

. Ausência

. Em silêncio

. Um novo ciclo

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds