Sexta-feira, 19 de Agosto de 2005

Jardim proíbido

bosque.1.jpg

Tenho um lugar que é só meu. Um local secreto, onde jamais, alguem entrou.

Nesse recanto, enterrei passados, esperanças, ilusões, desilusões, e até alguns afectos.
Quando quero matar saudades, saudades dos sonhos que tive, é para lá que vou.
Espalho tudo na terra molhada, e revivo todas as horas da minha vida. As boas, as más, os afectos, os desafectos, as desilusões, as esperanças...

Ali me sento e respiro. Ali dou asas à minha imaginação, e às minhas memórias.
É o meu tesouro. O meu tesouro secreto.

Ali, os meus antigos sonhos, ainda cintilam, como diamantes. A minha imaginação voa, como um albatroz, livre e sem pressa de tocar o chão.
Os meus novos sonhos, materializam-se. Posso tocar-lhes, senti-los.
Dançam como bailarinas, provocam-me!
Mas é só ali, naquele lugar....

É nesse recanto , que guardo tudo aquilo que é só meu, e que só a mim pertence: as minhas memórias.
Mas é também aí, que me sinto viva, que ganho força e alento, para continuar a sonhar...e a acreditar.

Tenho um lugar que é só meu, sem chaves, ou fechaduras, mas onde ninguem vai, porque só o meu coração sabe a morada, só a minha alma sabe onde é.

publicado por tia rute às 04:24
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Ju a 31 de Agosto de 2005 às 22:16
Que bom teres esse lugar só teu! O último parágrafo está simplesmente genial. Beijinhos.


De curiosa paixao a 25 de Agosto de 2005 às 14:08
Todos nós precisamos de um lugar secreto, ainda bem que tens o teu bem guardado no teu coração. Bjs


De patupi a 22 de Agosto de 2005 às 20:40
Todos nós temos o nosso cantinho secreto onde guardamos aquilo que é só nosso. É um abrigo, um esconderijo, um refúgio, um cofre... Beijos imensos, madrecita linda!


De Nuno a 20 de Agosto de 2005 às 22:26
Afinal sempre existe esse lugar mítico! 1 abraço, pintora


De Carla a 20 de Agosto de 2005 às 19:56
É tão bom termos lugares desses... física e emocionalmente. O mais parecido que tenho com isso, com um lugar onde vou buscar paz, é o meu telhado. Andar sobre as telhas faz bem, andar com a telha é que não :))) Adoro-te, amiga linda! Beijo grande :)


De Dulce a 19 de Agosto de 2005 às 15:16
Todos temos um lugar assim, acho eu... Só que às vezes descuidamo-nos, deixamos crescer as ervas daninhas, e temos medo das sombras do nosso próprio jardim. Será que me percebes?
E é pena...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Eu

. Desejo...

. Nas asas do vento

. A moment like this

. Eva

. Como num filme...

. Contagem Crescente II

. Ausência

. Em silêncio

. Um novo ciclo

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds