Domingo, 30 de Setembro de 2007

Despertares

amanhecer.0.jpg

(Foto de Carla Pedro)


Desperto.
Abro os olhos e deixo entrar os primeiros raios de luz.

De imediato, o meu pensamento voa na tua direcção: Bom dia meu amor!

publicado por tia rute às 16:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quinta-feira, 27 de Setembro de 2007

Cardiomiopatia

 

Hoje, fui fazer um ecocardiograma. Durante o exame, notei que o médico estava espantado, assustado. Chamou dois colegas para que lhe dessem as suas opiniões. Boquiabertos, diagnosticaram uma marca, uma sombra no meu coração, em forma de Jota.

 

 Nunca tinham visto algo assim. Patologia completamente desconhecida. Disseram-me que não há cura ou terapêutica alguma para este caso. É irreversível!


publicado por tia rute às 15:10
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Quarta-feira, 26 de Setembro de 2007

Pensamentos



(Foto de Pereira Lopes, "in" Olhares.pt)




O vento soprou forte, agora à noite.

Saí para apanhar ar, beber um café, e pensar...pensar muito, em ti, em mim, nas voltas que a vida dá sem esperarmos. Pensar que poderia ter sido de outra forma, noutro lugar, noutra altura, e até com outra pessoa. Pensar que não, é assim que está correcto, porque foi isto que o destino guardou pra nós. Como contrariar o destino, não é mesmo?

Apeteceu-me olhar para o céu, e caminhar de olhos fixos nas estrelas, sem saber que chão pisava. Vi o céu negro, estrelado, lindo, e senti o vento forte. Açoitou-me o rosto, mas soube-me bem. Nessa altura, fechei os olhos e pensei com muita força em ti...

Pedi ao vento que te levasse uma carícia minha, um beijo, um abraço apertado, sei lá, qualquer coisa... esperando que aí chegassem, e que soubesses que eram meus.

De repente o vento mudou de direcção, num golpe estranho, e como que por magia, por breves instantes senti eu própria uma carícia, que sei, não era de vento.

Teria sido a tua resposta?

O vento soprou forte, frio, cortante...mas aqueceu-me, porque te senti aqui, tão perto de mim...

publicado por tia rute às 04:35
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 19 de Setembro de 2007

Aqui em cima

Miradouro da Lua.JPG


(Foto de J.R.)




Hei!! Pssssiuuuuu!!! Estou aqui, não me vês?

Aqui, sentada na Lua, balançando as pernas pra cá e pra lá, sentindo a brisa que me acaricía o rosto, os sentidos.

Estou a ver-te, lá ao longe...passeando à beira-mar. Em que pensarás tu?

Chamo por ti, mas não me ouves. Aceno, mas não me vês. Sorrio, porque sei que me sentes, apesar de tudo.

Anda, vem buscar-me!! Quero passear contigo à beira-mar! Quero sentir as pequenas ondas rebentarem aos meus pés. Quero entrar contigo nesse mar que chama por mim!!

Vem, não demores!

Estou aqui em cima, distante, mas tão perto de ti, amor.

publicado por tia rute às 23:59
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 10 de Setembro de 2007

Assim, sem esperar

furacao1.jpg



Entrou de rompante, sem pedir licença,

Abriu portas e janelas, levantou todas as persianas,

Fez com que o Sol entrasse, com raios de luz imensos,

Virou uma vida de pernas pro ar,

Desarrumou sentimentos, fez renascer sorrisos,

Revirou uma alma do avesso, levantou a poeira assente,

Pintou uma casa de cores garridas,

Acordou um vulcão adormecido, assim...sem pedir licença...

E agora??!

publicado por tia rute às 01:29
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 9 de Setembro de 2007

Porquê?

calma.JPG


(foto de J.R.)


Porque sopra o vento na minha alma, e me embala em sons de violino?

Porque sinto a carícia de um beijo que não dei, mas adivinho?

Porque voam as borboletas em volta de um jardim que não tenho, mas imagino?

Porque oiço o cantar dos pássaros que não existem naquele ninho?

Porque mudaram as cores do mundo, assim, de mansinho?

Porque andam as palavras de mãos dadas, num imenso carinho?

Porque tudo o que toco se transforma em mel de rosmaninho?

Só tu sabes porquê.

publicado por tia rute às 06:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 8 de Setembro de 2007

Longe de ti



(foto de J.R.)




Apetecia-me adormecer abraçada a ti...
Acordar-te de madrugada...

Queria ter asas, para voar até ti...
Sentir o teu sabor a mel...e voltar.

Estás tão longe...mas tão perto!


Sorvo lentamente um golo de chá de menta,
Menta...será este o aroma da tua pele? Não sei, imagino que sim...

Saboreio-o calmamente, morno, suave...como tu me pareces ser.
Aquece-me a alma, como tu...

Estás tão longe...e sinto-te aqui tão perto....



Conto dias, horas, minutos,
Olho o telefone, sei que vais ligar...

Nunca pensei que a distância doesse assim!!
Estás tão longe...mas sinto-te aqui, em mim....


Só quero que o tempo passe...


Quando te tocar, espero que a vida fique suspensa...
Naquele beijo de mel, que eu sei, trarás contigo...

Estás tão longe....mas oiço o teu coração bater aqui...junto do meu!

publicado por tia rute às 05:24
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Eu

. Desejo...

. Nas asas do vento

. A moment like this

. Eva

. Como num filme...

. Contagem Crescente II

. Ausência

. Em silêncio

. Um novo ciclo

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

SAPO Blogs

.subscrever feeds