Sábado, 16 de Abril de 2005

Rotina

paleta de cores.jpg

_____________________________________________________________________________

Dizem que a rotina mata. Que acaba com qualquer relação.
Não é uma afirmação sem fundamento, mas também não é totalmente correcta.

É uma afirmação incompleta, digamos.

À rotina, deveria acrescentar-se, muita dose de bom senso, e muitas cores. Sim! A rotina, poderia e deveria ser, uma paleta de cores diferentes!
Senão...


Quem seria eu sem os teus sorrisos, servidos naquela bandeja, ao lado do sumo de laranja, e do pão quente com manteiga, nas manhãs em que estás em casa?

Quem seria eu, sem aqueles olhares cumplices, de quem já nem precisa falar, para se entender?

Quem seria eu, sem aqueles toques suaves, por baixo da mesa, quando vamos jantar fora?

Quem seria eu sem beber o "nosso" vinho?

Se quando acordo e não te vejo na cama, sei logo onde estás, quem seria eu se não o soubesse?

Quem seria eu, sem os teus elogios, a tudo o que faço?

Quem seria eu, se não soubesse o perfume que gostas?

Que seria de nós, se não ouvissemos a mesma musica?



A rotina, porque é rotina, não tem de ser apenas cinzenta...

publicado por tia rute às 17:13
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Dali a 18 de Abril de 2005 às 11:21
Há rotinas e rotinas. 1 abraço


De stela a 18 de Abril de 2005 às 00:55
Com palavras destas ao acordar da "vida", não havria o avô bigodes de concordar com as tuas divagações eh eh eh eh


De patupi a 17 de Abril de 2005 às 15:58
Madrecita, tens tanta razão. Há pouco tempo para comprar uma prenda de anos para uma pessoa especial, foi o cabo dos trabalhos, porque não há qualquer rotina... :-( Beijo, madrecita linda!


De Ju a 17 de Abril de 2005 às 15:41
É uma questão de moda! Qualquer coisa...e é a rotina...fugir à rotina, a culpa é da rotina, etc, etc. Passamos uma vida à procura de "rotinas", a queixarmo-nos delas. Enfim, faz parte de mais outra rotina. Essas rotinas, que aqui partilhaste, são...(dão que pensar); tanto carinho, tanta ternura. 1 beijinho.


De Carla a 16 de Abril de 2005 às 21:23
Que declaração de amor tão bonita, amiga querida. A rotina implica cumplicidade e intimidade. Há lá coisa melhor do que olhar o outro e conhecer-lhe os pensamentos, olhares e sorrisos? Viva o amor! Beijo enorme :)


De Dulce a 16 de Abril de 2005 às 21:14
Adorei este elogio à rotina! Pareces-me uma pessoa bonita. Obrigada por isto que escreves e eu leio, e pq este blog faz com q o mundo seja um lugar onde há mais uma pessoa que vale a pena "ouvir...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Eu

. Desejo...

. Nas asas do vento

. A moment like this

. Eva

. Como num filme...

. Contagem Crescente II

. Ausência

. Em silêncio

. Um novo ciclo

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds