Segunda-feira, 29 de Novembro de 2004

Aniversario de casamento







A tarde estava chuvosa,fria,mas nem isso a impediu de sair para a rua.
Vagueou sem destino,pensando nele,na sua vida,alheia a tudo o que se passava á sua volta.
Entrou num café. Pediu uma bica escaldada,e sentou-se na mesa, absorta. Lá fora,a chuva teimava em cair, fustigando as vidraças. Viu gente que corria de um lado para o outro,tentando proteger-se.
Não reparou naquele homem, sentado na mesa em frente, que a olhou curioso.
Amanhã, é o seu aniversário de casamento. Há muito que deixou de o amar. Há muito que ele não a ama. Um casamento sem brilho, sem opções...amanhã...
Pagou,e saiu. Não viu o homem que a seguiu.
Percorreu o caminho até casa,cabeça baixa,olhar perdido.Entrou no prédio,e subiu as escadas. Não viu o homem....
Hoje, é o seu aniversário de casamento. Um casamento sem brilho,sem emoções,um fardo para a sua alma.
Saiu de casa,e o destino leva-a ao mesmo café. A chuva está suspensa,e um ténue raio de sol, tenta vencer o negro do dia.
Pede um café, e senta-se. Hoje, repara no homem que está sentado numa mesa á sua frente. Ele sorri-lhe, ela devolve o sorriso. Um sorriso triste, de alguem, para quem a vida já nada significa.
Sem uma palavra,ele senta-se na sua mesa. Acaricia-lhe uma das mãos. Mãos frias,coração vazio....
Saem juntos do café, e percorrem as ruas da cidade. Sobem a um andar de uma velha pensão. Aí, ela sonha que vive um grande amor. Fantasia sobre a sua vida, e revive, ainda que por breves momentos, o sabor da paixão.
Descem juntos, no final da tarde. Separam-se,sem trocar um olhar, uma palavra.
Ela chega a casa. É o seu aniversário de casamento. Pela primeira vez, em muitos anos, sentiu que alguem a ama..ainda que por breves instantes....

publicado por tia rute às 05:01
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De patupi a 5 de Dezembro de 2004 às 23:49
A canção chama-se mesmo "Saiu para a rua" e a letra começa assim: "Saiu decidida para a rua /Com a carteira castanha/ E o saia-casaco escuro/ Tantos anos tantas noites/ Sem sequer uma loucura"...
Beijocas, madrecita!*** (p.s. a net é um espanto... tirei estas informações todas agora, madrecita! :-))


De margarida_rr a 2 de Dezembro de 2004 às 01:21
Bem lembrado,patu! Até poderia ter sido,mas por acaso,não foi. E só agora me dei conta daquela musica dele, que tanto gosto, e não sei o título : "Saíu para a rua, decidida...".Realmente,parece esta... Beijinhos!


De patupi a 1 de Dezembro de 2004 às 03:34
Estiveste a ouvir Rui Veloso... só pode! :-) Beijocas***


De Carla a 29 de Novembro de 2004 às 16:04
E o amor sabe bem, seja de que forma for entregue. É bom dá-lo e recebê-lo. É bom que haja reciprocidade. Bonito que ela se tenha sentido amada. Beijo grande, amiga! :) (PS - Andamos a 'postar' às mesmas horas da madrugada, qualquer dia ainda pensam que estivemos juntas antes de ir blogar, ihihihih)


De margarida_rr a 29 de Novembro de 2004 às 15:25
Nuno,a tradição, já não é o que era!...beijos!


De Nuno a 29 de Novembro de 2004 às 08:57
Aqui para os meus lados, dizem: "Mãos frias, coração quente".
1 abraço


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.posts recentes

. Eu

. Desejo...

. Nas asas do vento

. A moment like this

. Eva

. Como num filme...

. Contagem Crescente II

. Ausência

. Em silêncio

. Um novo ciclo

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds