Terça-feira, 15 de Março de 2005

Alerta





Tu já nem sabes se ainda há águias nos céus,
Nem se as cegonhas vão chegar para os bebés,
O petróleo já não dá para ir à China,
O lixo é tanto que já não sei onde pôr os pés!!

Não tens vergonha de não saberes o que fazes?
Salva a Terra! Salva o Sol!

Eu vou saber se os golfinhos ainda riem,
Para te dizer se estar alegre é natural,
Mas se queres saber, já não ouço a cotovia,
Quando à noite vou espreitar o teu quintal!

Não tens vergonha de não saberes o que fazes?!
Salva a Terra! Salva o mar! Salva o Sol!

Tu não ficaste ao meu lado,
Talvez por me sentires, tanta revolta...
Por ver este mundo queimado,
Por gente que parece que está louca!

Mas se quiseres vir comigo,
Talvez haja uma esperança,no arco íris,
Talvez uma simples resposta,
Talvez um mundo novo para viver!

Salva a Terra! Salva o mar! Salva o Sol!

( de Fernando António Santos, um amigo)

publicado por tia rute às 17:03
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 13 de Março de 2005

Reciclagem





Remexo, uma das muitas gavetas da minha alma. Aquela que fechei a sete chaves, o meu tesouro. Repleta de sonhos, desejos e recordações.

Redescobri sonhos e desejos, muitos, desfeitos, apenas pó. Uns, jamais realizados. Outros, apenas adiados, esperando a melhor oportunidade. Aquela que nunca chegou...

Revi recordações adormecidas, perdidas no tempo. Umas lindas, ternurentas. Outras amargas, daquelas que deixam mágoa.

Num impulso, retirei quase tudo da gaveta. Deixei ficar apenas, as recordações mais bonitas, e desfiz tudo!! Reciclei!

Transformei os velhos sonhos e desejos, em novos anseios e ambições. Pintei de cores garridas, as recordações mais negras.

Arrumei a gaveta. Desta vez, não a fechei a sete chaves.

publicado por tia rute às 01:33
link do post | comentar | ver comentários (8) | favorito

Tela a óleo





- Mãe, gosto tanto dos teus quadros. Pintas o meu rosto, pintas?
- Claro,minha filha. Senta-te aí, e olha para mim...não te mexas....
- Demora muito, mãe?
- Não, está quase terminado...
- Já está?
- Está! Vem ver...
- Mas...mãe!! Pintaste o arco íris!
- Claro meu amor. É assim que te vejo...

publicado por tia rute às 01:14
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Sexta-feira, 11 de Março de 2005

Há quanto tempo!







- Olá!! Estás bom?
- Eu estou, e tu?
- Que tens feito na vida, homem?
- Olha, trabalho, casa...casa, trabalho...é o que se pode, e tu?
- Pois, também eu...e a tua mulher e filhos, como estão?
- Estão bem, e os teus?
- Eu, divorciei-me...depois da minha mulher ter descoberto que eu andava metido com a secretária...uma chatice das grandes! Os miudos cresceram...mas ando desconfiado que ela está grávida..e que ele anda nas drogas...uma chatice!
- Bolas, isso é que é falta de sorte, hem?
- É verdade. Mas isto não acaba aqui....descobri que a minha mulher me enganou a vida inteira com o homem do talho..e eu, sem desconfiar de nada!
- É pá, mas que azar...
- Azar! A quem o dizes, João...
- João?? Mas eu não me chamo João...
- Não? Mas és tu aquele puto que morava no meu pédio no 3º andar, não és? Na Rua D.Maria...
- Eu?? Não. Nunca morei nessa rua, e tão pouco num 3º andar...

publicado por tia rute às 18:04
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito

Sopa de cação






O Jaquim e a Mariana, faziam anos de casados nesse dia. O Jaquim, era um grande apreciador da sopa de cação...e não só...

- Mariana, que bem que chêra mulheri! Quéi isso?
- Jaquim, tou fazendo a sopinha de cação que gostas tanto!
- Mariana, mas isto nã éi cação, é caçoila! - disse ele destapando a panela.
- Jaquim...é cação, homim! Atão nã fui eu que o compri?? Querem veri...ai,ai,ai,ai,ai...
- Mariana..tu nã ateimes cômigo, quê sei munto bêm que isto é caçoila!
- Jaquim...atão ê nã sei?? Fui eu que o compri! É cação!

É cação...é caçoila...é cação..é caçoila, e a Mariana levou uma tareia, que a mandou para o Hospital, onde esteve internada 8 dias!

No ano seguinte, e exactamente na mesma data...

- Jaquim, faz hoje 1 ano, que me deste aquela tarêa tã grandi, por causa da sopa de cação. Lembras-te, homim?
- Mariana...nã comeces...aquilo nã era cação, era caçoila!!

Era cação...era caçoila...e a Mariana levou outra!!

Esta é verídica. Passou-se há muitos anos na terra da minha avó, no Alentejo!

publicado por tia rute às 17:49
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito

Procura

Procurei-me por todos os recantos.Entrei em todas as portas secretas da minha vida.Não me encontrei.

Num baú de velhas memórias, por entre retratos a preto e branco, cartas, bilhetes,recordações várias...dei por mim remexendo tudo, frenéticamente, e também aí não me encontrei.

Dia após dia, continuei a minha busca.Segui por todos os caminhos que percorri ao longo dos anos, incluindo aqueles que só eu conheço, que só eu conheci.Mas também por aí não me encontrei...onde estou eu? Porque me escondi? De quê? De quem?

Visitei amigos, conhecidos, todos aqueles que de uma forma ou outra, fizeram parte da minha vida. Ninguem me viu por lá. Ninguem me vê há muito tempo!

Velhos amores, bancos de escola, locais de férias passadas...corri tudo, e nada!!!!
De repente percebi: estava a seguir por caminhos errados!

Como não me lembrei disso antes??!
Resolvi seguir caminhos opostos.

Visitei gente diferente, amizades recentes, novas formas de estar. Procurei, uma nova pessoa...alguem, cujo percurso de vida, a obrigou a ser diferente...
Talvez eu esteja tão mudada, que nem eu própria me reconheça...quem sabe?

E então, numa curva acentuada, de uma nova vida...ali estou eu!
Como mudei!

Mas ao ver-me ali, frente a frente comigo mesma, concluí que a mudança me fez bem.
Estou muito diferente...mas gosto mais de mim assim...

publicado por tia rute às 16:39
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quarta-feira, 9 de Março de 2005

De volta

Entro aqui devagar...limpo o pó dos meus móveis virtuais,e varro algumas teias de aranha.É bom regressar, e ver que nada mudou, tudo no seu lugar...que calma...
Estou de volta, depois de uma ausência forçada,mas esta minha "casa" está igual.É bom estar de volta! Tive saudades de aqui me sentar, de aqui divagar. Tive saudades de rir, e de contar o que vou fazendo ou pensando, ao longo dos dias.É tão bom estar de volta!
Até já...

publicado por tia rute às 19:16
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito

.mais sobre mim


. ver perfil

. seguir perfil

. 5 seguidores

.pesquisar

 

.Maio 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.posts recentes

. Eu

. Desejo...

. Nas asas do vento

. A moment like this

. Eva

. Como num filme...

. Contagem Crescente II

. Ausência

. Em silêncio

. Um novo ciclo

.arquivos

. Maio 2010

. Julho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Fevereiro 2007

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

SAPO Blogs

.subscrever feeds